domingo, 20 de junho de 2010

SEJA SIMPLESMENTE VC...

Todo o homem é diferente de mim e único no Universo; não sou eu, por conseguinte, quem tem de refletir por ele, não sou eu quem sabe o que é melhor para ele, não sou quem tem de lhe traçar o caminho; com ele só tenho o direito, que é ao mesmo tempo um dever: o de ajudar a ser ele próprio; como o dever essencial que tenho comigo é o de ser o que sou, por muito incômodo que tal seja, e tem sido, para mim mesmo e para os outros. (Agostinho da Silva, filósofo português)
Você tem uma mesa entulhada de materiais diversos e se sente à vontade dessa forma??? Ou seus armários estão impecavelmente organizados de forma a que qualquer pessoa consiga, em qualquer momento, encontrar exatamente aquilo que procura??? Faltam lápis ou canetas, papel ou grampeador, tesoura ou cola quando você mais está precisando??? Como é, enfim, o seu local de trabalho????
Não só quanto à ordem das coisas, mas também no que se refere aos objetos dispostos ao seu redor... Fotos de família, plantas, livros, pilhas de papéis, caixas ou arquivos... Tudo isso de certa forma indica quem você é, como é a sua vida, de que modo você orienta suas ações,...
Isso quer dizer que existe uma forma correta de agir, de se organizar, de estruturar seu ambiente de trabalho????
Não diria isso. Penso que há formas e formas... Cada qual de acordo com a personalidade e o jeito de cada pessoa. Julgamos e apreciamos o que vemos a partir de nossos próprios olhos, como pessoas que foram influenciadas por familiares, amigos, professores, ambientes que freqüentamos, viagens que fizemos, filmes que assistimos,...
Por isso mesmo o que lhes digo quanto a isso é que cada pessoa deve encontrar o seu caminho, a sua forma de organizar o seu ambiente de trabalho, o seu modo de orientar as suas ações nos espaços pessoais e profissionais que ocupa. Preocupar-se com a opinião alheia só irá lhe causar problemas se você é feliz do jeito que é... Portanto, curta o seu jeito, preserve as suas práticas, oriente-se a partir de seus parâmetros ao invés de ficar procurando fórmulas prontas que irão sacrificar sua liberdade e individualidade...
O tempo tem passado com incrível rapidez. A cada vez que fecho os olhos e os reabro em seguida tenho a sincera impressão de que muitas e muitas transformações se efetuaram. Não tenho receio do envelhecimento. Faz parte da existência humana e, se bem recebido e trabalhado, o passar do tempo pode ser deveras agradável e satisfatório mesmo quando atingimos a “melhor idade”.
O que me faz tremer, aquilo que realmente me amedronta é perder as oportunidades de ser feliz. E a felicidade reside não em grandes presentes, embrulhados no mais belo papel da loja, com laço vermelho a lhe conferir ainda mais dignidade e beleza...

A felicidade está, como nos dizem alguns sábios e poetas de plantão, nas pequenas coisas da vida. No sorvete que deliciosamente saboreamos numa tarde de verão. Num mergulho na piscina. Na bicicleta que pedalamos pelas ruas para que o vento possa mexer nossos cabelos e suavizar o calor exasperante...
Atingimos o êxtase quando abraçamos alguém que tanto amamos ou quando nos sentamos à mesa com amigos e familiares para uma tradicional e apetitosa refeição no final de semana. O gol marcado numa saudável brincadeira ou a página lida de um autor que tanto nos intriga ou diverte também são exemplos corriqueiros da felicidade simples e breve, mas autêntica e duradoura nos confins de nossa memória...
Quantas não foram as vezes que desejamos congelar nossas vidas em determinados momentos apenas pelo fato de que eles nos faziam saciados e agraciados pela alegria suprema. O reconhecimento de nosso esforço pelo professor mais exigente da escola, a promoção na firma em que trabalhamos, o tão sonhado “sim” que sai da boca da pessoa amada...
Como tantas pessoas, também me vejo, às vezes, em luta com problemas que são imaginários e não tão reais. Preciso andar mais leve. Tirar o excesso de peso de minha mochila para aliviar a coluna. Caminhar mais com o pé no chão e, brevemente...realizar um grande sonho...

Tenham uma semana repleta de alegrias...bjs...Marcia...

8 comentários:

  1. Ai amiga, as vezes é tão dificil sermos nos mesmos né?Mas vale a pena continuar tentando a cada dia.......
    Uma linda e abençoada semana pra ti.
    Te adorooooo beijossssssssss

    ResponderExcluir
  2. Talvez seja mais fácil que pensamos, paz.
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  3. Tem que ser aos poucos! O que nos somos, como pensamos deve ser mostrado aos poucos senão, assusta. Nem todo mundo está preparado para a nossa realidade. Não..., não é porque fingimos ser. É por que restingimos nos mostrar... é diferente. Completamente diferente. Mas precisamos que nos vejam como somos e entendam que também sonhamos, amamos e sofremos...
    -----------------------------------------------------
    Mar,
    Obrigada por teu carinho, sem precedentes. Obrigada por me sentir com o coração e pela oração!(linda).

    Aos poucos, na vida, descobri que pode sim existir uma vírgula na amizade. Ás vezes, uma vírgula enorme mas que nunca dá lugar a um ponto final. Que nossa amizade possa se solidificar e permanecer. Aos poucos ela se aninha e acha um modo de existir...rs

    Uma ótima semana pra ti!
    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  4. * restringimos nos mostrar *

    escrevi rápido!...rsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Amiga, desculpe a sumida! Correria básica, mas não te abandono pode deixar!
    Acho que a gente que complica a vida.
    Nem tudo é fácil, mas tb não é tãooooooooo difícil rssssss.
    Bjs doces pra ti menina.
    Uma semana iluminada!

    ResponderExcluir
  6. Amada minha,

    Desculpe.. mas estes dias tem sido muito puxados para mim. Desculpe a ausência. estou construindo e isso me desgasta muito. Mas olha, estou aqui e não te esqueço NÃOOOOOOOOOOOOOO.
    Deixo-te beijos especiais minha loira linda.

    ResponderExcluir
  7. Você me fez como sempre pensar, como levo a vida, fiquei preocupado, pois tem razão indica quem sou, e acho que não estou gostando dessa reflexão, mas será mesmo que as formas, será que meu jeito não está errado, eu sei que encontro meu caminho, mas que caminho é esse, para onde estou indo, mas eu curto muito tudo isso, mas por vezes acho que devia seguir o padrãzinho pré concebido, aquele que estabelichment, mas nasci torto e gostei, talvez seja besteira da minha cabeça, pelo que diz vou continuar pelos meus próprios parâmetros, pois realmente acho que nos pequenos detalhes eu me encontro, e também a felicidade da vida, pois para mim estar vivo e nos tempos que estamos é ser feliz, e amo incondicionalmente e quem sabe um dia abraço apertado e sinto que tudo valeu a pena e que minhas escolhas frutificaram de um jeito ou outro e ter você aqui para escrever o que penso já é uma grande ajuda, saudades de você nos meus Blog, beijos !!!

    ResponderExcluir
  8. OLÁ MARCIA..
    vim agradecer a oração e a visitinha..
    Que Deus te abençãoe sempre...

    linda postagem.....Adorei...

    bjooo....

    ResponderExcluir

Um Blog se alimenta de comentários...então não vá embora sem comentar...bjs...Marcia...

Related Posts with Thumbnails